Resenhas   |   Contos   |   Crônicas   |   Canto da Poesia   |   Geral
img-20161231-wa0031

Finalmente avó

By | Crônicas | No Comments

Share on Facebook Share on Twitter Share on Google+ Share on LinkedIn+FINALMENTE AVÓ Ser jovem dá muito trabalho, não quero mais me esforçar para ser o que não sou. Prefiro ser velha. Já não era sem tempo, afinal estou neste mundo desde a primeira metade…

Read More
02

O SESSENTA E QUATRO

By | Crônicas | No Comments

Share on Facebook Share on Twitter Share on Google+ Share on LinkedIn+ Ele vinha pela Prudente de Morais no sentido Leblon – Copacabana. O ponto ficava pouco antes da minha casa, no meio do quarteirão entre Garcia D’Avila e Maria Quitéria. Além de mim, havia…

Read More
DSCN6429

ALÔ, URUBU!

By | Crônicas | 2 Comments

Share on Facebook Share on Twitter Share on Google+ Share on LinkedIn+ ALÔ, URUBU! Às vezes desconfio das coincidências, mas, sem encontrar outra categoria em que certos fatos se encaixem confortavelmente, acabo por cataloga-los como coincidências e ponto final. Esse preâmbulo, talvez desnecessário, me ocorre…

Read More
pantano

Lafayette – Louisiana

By | Crônicas | No Comments

Share on Facebook Share on Twitter Share on Google+ Share on LinkedIn+   LAFAYETTE – LOUISIANA   “Não quero ir”, decidi quando soube que haveria uma excursão aos Estados Unidos. Meu colégio, o Jacobina, mandaria uma professora para acompanhar as meninas que fossem, mas outras…

Read More
SELVA

SELVA

By | Crônicas | No Comments

Share on Facebook Share on Twitter Share on Google+ Share on LinkedIn+NAVEGAR É PRECISO   SELVA Há tanto a dizer sobre minha breve viagem ao Amazonas, atraída pelo projeto “Navegar é preciso”, iniciativa de Livraria da Vila de São Paulo, que é difícil organizar as…

Read More
inspiracao-blog-miriam

Conto | PODER

By | Contos | No Comments

Share on Facebook Share on Twitter Share on Google+ Share on LinkedIn+Imagine-se o nada. E diante dele, alguém que pode fazer surgir imagens, sons, movimento, vida. Não há receitas nem projetos prontos. Sua liberdade não tem limites. Ele hesita por instantes… e ousa a primeira…

Read More